PED: Dirigentes explicam que igualdade racial e paridade de gêneros são um direito no PT

Com o Processo de Eleições Diretas do PT (PED) se aproximando, dirigentes nacionais destacaram à TVPT os diversos procedimentos de mobilização realizados para a efetivação das eleições internas, que ocorrem no dia 10 de novembro de 2013.

A secretária nacional de Combate ao Racismo, Cida Abreu, informou que a agenda da secretaria está totalmente voltada ao PED, principalmente, no que diz respeito, aos cumprimentos dos critérios étnico racial.

“Nós negros e negras que vencemos essa batalha no congresso do PT queremos reafirmar a importância de todas as chapas cumprirem o critério para que o PT possa expressar e apresentar a sociedade a sua diversidade étnico racial que tem no seu interior e que formula as políticas e as ações afirmativa e os programas de governo, no que diz respeito, às políticas de combate ao racismo e a política de promoção da igualdade racial”, destacou Cida Abreu.

Cida ressaltou que a secretaria está acompanhando de perto as composições das chapas. “Nós tiramos como prioridade acompanhar as chapas nacionais e estaduais e acompanharemos também as chapas municipais, no que diz respeito, ao cumprimento do critério étnico racial” disse.

Para a secretária nacional de Mulheres do PT, Laisy Morière, é fundamental o cumprimento da paridade de gênero nas composições das chapas. “O sistema que registra as chapas não aceita as chapas que não sejam paritárias, então isso já inviabiliza, mas isso não é o suficiente porque nós temos que pensar também na permanência dessas mulheres na direção. Elas vão entrar mais elas tem que permanecer na direção do Partido” alertou Laisy.

A secretária destacou que é necessário fortalecer a atuação das mulheres no meio político e ressaltou que para isso o curso de formação da Escola Nacional é de fundamental importância porque prepara, estimula e transmite segurança as mulheres a ingressar nos espaços de poder.

“É um processo onde nós estamos começando a discutir a importância da permanência e da participação efetiva das mulheres na direção do partido. Então eu acho que é um momento muito rico que as mulheres do PT estão vivendo e os homens também. A verdade é que nós estamos construindo um novo partido e vamos ter que nos esforçar para mudar muita coisa ainda no PT, e nós estamos trabalhando isso” concluiu Morière.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: