Opinião – À luta e à vitória – Por Filipe Carvalho*


Nos últimos dias temos acompanhado uma série de manifestações sociais que surgiram DO POVO e PARA O POVO, estamos vivendo um momento histórico, de participação política das massas, a primavera brasileira.


Os esforços do governo federal em baratear o custo de vida da população a exemplo, da desoneração do PIS/COFINS no transporte público e esforços para fazer valer os 20,2% de desconto na conta de energia esbarram em uma burocracia e jogo político que se apresentam insustentáveis para a população.


Num país onde jogadores de futebol são mais valorizados que os professores a disputa do Estado se faz cada vez mais necessária. A questão do transporte público e mobilidade urbana nem de longe são nossa única bandeira de luta, todavia é a que nos reúne novamente para lutarmos por nossos ideais.


O Governo Federal não está mais recolhendo os impostos pagos na tarifa de transporte público, mesmo assim, em várias cidades do país os donos das empresas não repassam um novo valor para a população, de forma que, um grupo específico esta lucrando em cima do suor e esforço de tantos trabalhadores e trabalhadoras, para onde está indo esse dinheiro?


É chegado o momento em que a sociedade desperta para as lutas e disputa dos rumos do poder público. Setores de direita avançam contra as liberdades individuais à exemplo do oportunismo do Dep. Marcos Feliciano (PSC) que conseguiu a aprovação da “Cura Gay” de autoria do mesmo, dentro da Comissão de Direitos Humanos e no Recife, a eleição de Michele Collins para a presidência da comissão de direitos humanos municipal.(PP).


Poderíamos listar aqui uma série de questões sociais mostrando avanços e refluxos, analisando a conjuntura social e por fim indicar soluções, entretanto é necessário focar uma insatisfação comum que para este momento é o TRANSPORTE PÚBLICO, em Pernambuco. A Grande Recife Consorcio de Transportes não faz prestação de contas para a população, os ônibus continuam sendo desconfortáveis e apresentando atraso em seus intervalos, mesmo com a redução a tarifa ainda não é satisfatória frente a qualidade do serviço prestado.


Não Adianta um Novo Pernambuco sem estrutura.


Precisamos reagir, precisamos nos mobilizar, não podemos ficar sentados reclamando nas redes sociais ou com nossos vizinhos sentados à frente de nossas casas esperando que algo mude por si só. O Estado é um espaço de disputa e cabe a todo cidadão ocupar o seu lugar nos embates que se seguirão.


Por isso o a Juventude do Partido dos Trabalhadores está presente junto ao povo e convida todos os jovens trabalhadores e trabalhadoras a fazerem-se presentes juntamente com os vários movimentos sociais ao momento histórico de mobilização social.


Avancemos sem medo de sermos felizes!


*Filipe Carvalho é Militante da Juventude do PT-PE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: