Opinião – UEP pra frente, Luciano presidente! – por Emerson Santos*

No último final de semana, a nossa bela e querida capital do forró recebeu o 39° Congresso da União dos Estudantes de Pernambuco Candido Pinto. Entre os dias 14 e 16, a ASCES foi a casa de todos os estudantes do nosso estado. O ato de abertura que aconteceu no primeiro dia do congresso, foi marcado pela presença de diversas autoridades e de mais de 100 estudantes de todas as regiões do estado.

No sábado os debates tomaram conta da ASCES, combate a homofobia, assistência estudantil, reforma política, democratização da mídia, destinação de 10% do PIB, 50% do fundo social e 100% dos royalties do Pré-sal para a educação, e outros temas relevantes foram discutidos pelos mais de 300 estudantes presentes.

O dia mais importante do congresso chegou, no domingo seria eleita a nova direção da União dos Estudantes de Pernambuco que iria comandar a entidade no biênio 2013-2015. Antes da eleição, os estudantes fizeram um ato em homenagem a Candido Pinto, estudante que foi assassinado na ditadura militar. A cerimônia contou com a presença da viúva do homenageado e foi um dos momentos mais bonitos do congresso.

Ao final da homenagem começaram os fatos estranhos. A direção da entidade guardava a sete chaves a lista do credenciamento, que continha quantos delegados cada força política do movimento estudantil conseguiu credenciar. A eleição da nova direção só era legitima se essa ata fosse divulgada, porém a UJS que dirigia até então a entidade não divulgou os documentos, dessa forma não estava garantida a lisura do processo.

Foram montadas duas chapas. Chapa 1 Reconstruir a UEP pela Base (composta pelas forças políticas: Paratodos/CNB. Rebele-se/UJR, Movimento Mudança, Movimento Quilombo/EPS, Levante Popular da Juventude, Reconquistar a UEP/AE e estudantes independentes) e a da situação. Chapa 2 (composta pelo PCdoB e pelo PTB, com apoio do PSB).

A chapa 1 de oposição tinha a maioria do congresso, isso era visível, também era visível a expressão de derrota nos rostos dos dirigentes da UJS, que detinham pouco mais de 80 delegados. Ainda assim a entidade insistiu em não divulgar as atas de credenciamento. Dessa forma, a maioria dos delegados presentes, discordou da postura da direção majoritária e foi realizada uma plenária na área externa da quadra da ASCES.

Os 130 delegados presentes na verdadeira plenária final do congresso elegeram Luciano de Farias, estudante de psicologia na UNICAP como novo presidente da UEP Candido Pinto para o biênio 2013-2015. A unidade das tendências petistas no movimento estudantil foi fundamental para esse resultado.

Desejo sucesso ao Luciano nessa nova tarefa de comandar a entidade que representa todos os estudantes universitários de Pernambuco. Parabenizo todos os estudantes de luta e corajosos que votaram na chapa 1. Agora é o momento de invadir as faculdades e universidades pernambucanas com a bandeira da UEP.

*Emerson Santos é estudante de Administração Pública na UFRPE

Publicado originalmente no Blog do Mario Flavio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: